O anti-climax do novo governo

As primeiras reacções na blogoesfera ao novo elenco governativo oscilam entre o “onde é que se pode malhar, caraças” e o “vamos lá então ver as gajas”.

No top ranking dos comentários (tirando a óbvia “malhação na defesa” de Santos Silva), temos:

– Uma ministra do ambiente chamada Pássaro foi bem escolhida

– A ministra da Cultura é bem bonita

– A ministra do trabalho é uma sindicalista … Ui!

A única realmente bem esgalhada foi “Uma Aventura no Ministério” para Isabel Alçada.

Também circula a habitual tese dos “ilustres desconhecidos” que só provam que Sócrates teve muitas “negas”. Claro que inconsistentes, depois, com a tese de que havia tantos membros do PS competentes e disponíveis que não foram chamados.

Adiante…

De facto, este é, para já, um governo pouco dado a grandes comentários e ainda bem. Recordo-me que no primeiro governo de Sócrates as reacções foram semelhantes e também não se imaginou a força que alguns ministros viriam a revelar – alguns para a sua própria sacrificação.

Os tempos são outros, mas acho que este governo é exactamente o que se pretende: um núcleo duro da confiança de Sócrates, os restantes com competências técnicas e académicas – e “frescos” para enfrentar as corporações com que vão ter de negociar.

Mais uma vez, Sócrates consegue gerir expectativas pelo anti-climax…

A vida de comentadores e entertainers está difícil por estes lados. Resta o empolgante debate sobre o futuro do PSD.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: